RECEITA BANANINHA NA GRELHA


Hoje é dia de um dos cortes favoritos de quem ama churrasco, a bananinha! Parte da costela, é cheia de sabor e perfeita para começar o churrasco, já que as peças são rapidinhas de fazer e ficam ótimas laminadas como aperitivo.

CORTE

Um dos subcortes mais saborosos do boi, a bananinha é extraída da costela. Conhecida também como entrecostela ou recorte de contrafilé, está localizada mais especificamente entre as ripas. Trata-se, na verdade, de tiras obtidas da desossa do contrafilé, que podem ter de 3 a 4 centímetros de largura.

Graças à sua localização, a bananinha é extremamente rica. Seguindo semelhante perfil, herda todas as características do seu “corte mãe” que é a costela. A proximidade aos ossos, combinada à gordura entremeada na carne, garante à bananinha a mesma qualidade de sabor e textura da costela. Tudo isso também faz dela uma excelente opção em preparos tanto de grelha quanto de fogão. Por sua espessura fina, deve ser grelhada por pouco tempo para não endurecer. Na panela é o oposto, vale apelar para métodos de cocção longos como o braseado.

INGREDIENTES

1 kg de bananinha Azeite Sal a gosto

MODO DE PREPARO

Teste o calor colocando a mão sobre o braseiro. O máximo de tempo que você pode aguentar é 4 segundos, do contrário a temperatura ainda está baixa e é necessário agregar mais carvão para potencializar o calor.

Pincele as bananinhas com azeite.

Disponha a carne na área de maior calor da churrasqueira por 2 minutos. Tempo necessário para formar a crosta.

Vire e deixe assar do outro lado por mais 2 minutos.

Retire da grelha, salpique de sal e deixe descansar por cerca de 1 minuto antes de fatiar.

Sirva laminada como aperitivo pra começar o churras.

Bom apetite!

Receita, texto, produção, estilismo culinário e montagem de layouts: Letícia Massula Revisão: Valéria Pandjiarjian Fotografias: Trícia Vieira


Postagens em destaque
Postagens Recentes